A Emirates vai implantar no próximo mês um Airbus A380 para alguns de seus voos entre Dubai e Amã. A capital jordaniana se tornará a sexta cidade da rede da Emirates a ser atendida com A380, juntando-se ao Cairo, Guangzhou, Londres, Moscou e Paris.

“A experiência do Emirates A380 é procurada entre os viajantes”, diz a companhia aérea, que pretende “continuar a expandir sua implantação em linha com o retorno gradual da demanda e aprovações operacionais”.

A companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos começou a reativar sua frota de A380 em meados de julho, reintroduzindo o superjumbo em suas rotas para Londres e Paris. A companhia aérea adicionou Moscou à sua rede A380 no mês passado, citando “forte demanda de passageiros”.

A companhia com sede em Dubai tem uma visão diferente sobre o A380 em relação a outras operadoras do tipo, muitas das quais aceleraram sua aposentadoria ou o mantiveram no solo desde que a pandemia começou a impactar severamente a demanda por viagens aéreas. A rival do Golfo, a Qatar Airways, por exemplo, não espera operar seus A380 por pelo menos dois anos.

O presidente-executivo Akbar Al Baker disse durante a cúpula virtual da Airlines 2050 em 19 de outubro que a companhia aérea com sede em Doha precisaria ver o “crescimento que alcançamos em 2019” para considerar a reintrodução de seus A380. Ele acrescentou que a decisão de trazer a aeronave de volta mais cedo seria “muito tola”.

Os dados das frotas da Cirium mostram que a  Emirates  tem 13 A380 em serviço, 102 em armazenamento e oito encomendados.

Fonte: Flight Global

Fundado em 2018, o AviationWiki é um site no seguimento de aviação levando notícias, curiosidades e histórias para os 4 cantos do planeta. Nossa equipa está em missão para poder levar ao leitor, a verdade em notícias e informativos sobre acontecimentos, curiosidades sobre aviação e também as histórias e lembranças que marcaram a aviação.