O CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, falou hoje sobre os planos da companhia aérea para os seus Airbus A380. Ele afirmou que, até ver um crescimento em patamares semelhantes aos de 2019, o superjumbo não terá retorno.

A Qatar Airways foi uma das primeiras companhias aéreas a retirar seu Airbus A380 de sua programação. Embora a empresa tenha cogitado um retorno em 2021 , hoje, o CEO Akbar Al Baker afirmou que não há previsão de retorno do tipo por pelo menos alguns anos.

“Não acho que o A380 voltará aos céus em curto prazo. A taxa de crescimento terá que ser a mesma que alcançamos em 2019 para que possamos considerar o A380.”

Embora tenhamos visto alguns A380 enfeitando nossos céus, nenhum estava com as cores da Qatar Airways. Na verdade, Al Baker foi claro em sua opinião sobre as companhias aéreas que querem começar a usar o superjumbo antes do esperado. Ele disse, passo a citar.

“Acho que as pessoas que querem voar no A380 antes de voltar aos níveis [de crescimento] de 2019 serão muito tolas. Não haverá esse tipo de demanda. Se a demanda começar a crescer e as pessoas começarem a instalar o A380, elas só conseguirão fazer isso descartando o preço. E uma vez que você descarta o preço, ele se torna insustentável. ”

Para o CEO do Catar, a mensagem geral foi clara. A perspectiva de sua frota de longo curso, pelo menos em um futuro previsível, está no Airbus A350 e no 787 Dreamliner.

Fonte: Flight Global

Fundado em 2018, o AviationWiki é um site no seguimento de aviação levando notícias, curiosidades e histórias para os 4 cantos do planeta. Nossa equipa está em missão para poder levar ao leitor, a verdade em notícias e informativos sobre acontecimentos, curiosidades sobre aviação e também as histórias e lembranças que marcaram a aviação.