A 5 de novembro de 2021 um Beechcraft King Air com prefixo PT-ONJ onde viajava a cantora Marília Mendonça e mais 4 tripulantes caiu enquanto executava a aproximação ao aeródromo de Caratinga em UBAPORANGA, MG, e agora com o relatório do CENIPA e da Policia Civil públicos, vamos analisar e entender o que aconteceu naquela fatídica tarde de 5 de novembro que retirou a vida de 5 pessoas.

Resumo do Relatório do Acidente

A aeronave decolou do Aeródromo Santa Genoveva, em Goiânia (GO), às 16h02min com 5 tripulantes e 1.054 l de Combustível (com autonomia suficiente para cumprir a etapa até o destino), o voo decorreu sem nenhuma anormalidade na operação, e as 17h57min (UTC) o ultimo contacto foi efetuado entre a aeronave e o Controle de Tráfego Aéreo. Durante a descida para o aeródromo, a aeronave realizou pequenos desvios para evitar áreas com fraca precipitação. Às 18h09min10s foi efetuado o ultimo contacto via radar com a aeronave, quando a mesma se encontrava a 1645m de altitude e a 25km do aeródromo de destino. Com base no ultimo contacto com a aeronave, aos relatos de tripulantes que contactaram a aeronave em voo, e dos observadores em solo a investigação concluiu que a aproximação do PT-ONJ foi iniciada a uma distância significativamente maior do que aquela esperada para uma aeronave de sua categoria e com uma separação em relação ao solo muito reduzida. A aeronave acabou por colidir com a parte superior do nariz contra um cabo para-raios da linha de transmissão, fazendo arrancar o motor esquerdo do seu eixo ainda em voo, ocasionando a total perda de controle da aeronave, fazendo a mesma colidir com o solo com uma elevada razão de afundamento e com grande inclinação lateral para a esquerda, o que levou a danos substanciais do avião e à morte de todos os seus tripulantes.

Ilustração dos pontos de contato do cabo na aeronave (a linha vermelha
representa o cabo para-raios).
Ilustração dos pontos de contato do cabo na aeronave (a linha vermelha representa o cabo para-raios).

Segundo o relatório final não houve falha ou mau funcionamento de sistemas e/ou componentes da aeronave, a linha de transmissão não apresentava qualquer risco às aeronaves e não era passível de sinalização. O perfil de aproximação para pouso fora do normal para aquela categoria de aeronave e uma possível não utilização das cartas aeronáuticas disponíveis, pode ter contribuído para uma baixa consciência situacional acerca das características do relevo entorno do aeródromo e da presença da linha de transmissão, o que resultou no acidente de 5 de novembro de 2021 e com a morte de 5 tripulantes incluindo a cantora e compositora de 26 anos Marília Mendonça.

Nota: Esta matéria tem como propósito informar o público sobre as causas do acidente da aeronave PT-ONJ, sem a intenção de emitir julgamentos ou apontar culpados. De acordo com as autoridades nacionais competentes, o piloto e o copiloto da aeronave foram considerados responsáveis por negligência no cumprimento dos protocolos aeronáuticos. Como ambos os tripulantes faleceram no acidente, o processo acabou por ser arquivado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − seventeen =